segunda-feira, 20 de abril de 2020

LISBOA E A FONTE DAS ICONOGRAFIAS DA EXPANSÃO


 01 Coroa de Império com a Cruz da Ordem de Cristo, a flor de lis e a pomba no átrio de Igreja, na cidade da Horta - Faial

Lisboa e a fonte das iconografias franco lusas foram um importante contributo para a Expansão portuguesa.

«Só duas nações - a Grécia passada e Portugal futuro - receberam dos deuses a concessão de serem não só elas mas também todas as outras. Chamo a sua atenção para o facto, mais importante que geográfico, de que Lisboa e Atenas estão quase na mesma latitude […] O meu quintal em Lisboa está ao mesmo tempo em Lisboa, em Portugal e na Europa. O bom regionalismo é amá-lo por ele estar na Europa» Ideias de Fernando Pessoa (1).
02 Escudo com a flor de lis no Convento de São Francisco, Alenquer

Lisboa é Boa e é Lis. Na Idade Moderna começam por ser apenas sete colinas porque o número 7 é o mais, ou dos mais simbólicos. E isso convinha à historiografia, não científica, mas de outro teor.
 
03 Brasão da Junta de Freguesia de Carnide com a flor de lis na sede da Junta

Se Roma tinha sete colinas, também Jerusalém, Atenas e Constantinopla; então Lisboa também deveria ter o mesmo número de colinas.

04 Flor de lis no átrio de igreja, cidade da Horta - Faial

Miradouros não são bem a mesma coisa do que colinas, contudo as colinas servem de miradouros, onde contámos 16 numa ronda pela cidade. Poder-se-iam arranjar mais alguns; tudo dependendo da investigação e do critério.

05 Coroa de Império, ladeada com duas flores de lis no átrio de igreja, Ilha do Pico.

Procurando nas bases das paredes exteriores da Sé e no brasão de Carnide / Lisboa, constatamos que a capital é uma cidade também caracterizada pela de flor de lis.
06 Flor de lis no átrio do Shopping Center de Massamá

Mas não é só em Lisboa que a flor de lis se encontra. A representação iconográfica com esta flor vem das Terras e dinastias - merovíngia e carolíngia, de onde os nossos reis têm uma costela originária.

 
07 Figura sob o chuveiro em flor de lis na Quinta das Flores, Massamá

A representação da flor de lis entra em Portugal, expandindo-se por vários pontos do reino, mormente pela Capital e Ilhas Açorianas, talvez porque estas Ilhas estão muito ligadas ao culto (do Santo Espírito e do Senhor Santo Cristo) onde estará implícito o conceito e a devoção à Santíssima Trindade.

08 Flor de lis no bastão de Clóvis

Assim, também a flor de lis se caracteriza essencialmente pelas três folhas supra (as que se destacam), três folhas inferiores e um caule. Tudo somado é igual a sete visíveis elementos, o tal número, dos mais simbólicos do universo e do mundo da música.
09 Carlos Magno com uma veste carregada de flores de lis.

O que importa é que Lisboa é cidade, dita das sete colinas, é Boa, é Lis e é Mundial.

…….(1) Frases de Fernando Pessoa; também disponíveis in http://arquivopessoa.net/textos/980 )

Palavras-chave: Culto do Santo Espírito, cultura da francofonia, cultura da lusofonia, Expansão Ibérica, flor de lis

Imagens:   01 a 7 - Arquivo pessoal AA;

08 a 09 gentileza http://pt.wikipedia.org 

Sobre a flor de lis V. também:



2 comentários: